20 de dez de 2011
Bom dia, boa áurea, boa sorte!Quem está aí pra me escutar?
Tô fumando até as cinzas das mazelas do meu mundo 
Tanto fundo quanto o poço mais escuro 
São meus atos frente ao sol que queima a pele 
Como um câncer em meus cardios em meus poros 
Como água no deserto da malícia 

Eu só tenho um pedido:
Que me amem sem o menor pudor
Que me olhem sem nenhum medo
Que me sintam sem nenhuma cor
Nem o claro ou o escuro me definem
Sou a mais genuína energia.

0 comentários:

Seguidores

Acessos

Marcio Lima. Tecnologia do Blogger.

+ Vistos:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem escreve...:

Minha foto

Olá! Sou Marcio Lima, filósofo e poeta. Trabalho como professor de Sociologia nas redes públicas de Goiás e do DF. 

Em meus textos se encontram várias facetas de mim mesmo, do mundo que me rodeia, do outro e da experiência da transcendência que transforma. 

Teça seu comentário!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Concursos