20 de dez de 2011
Hoje amei além da conta.
Não quis pensar ante o desejo que ardia.
E na lama o meu corpo fez-se guia
Junto às portas do teu beijo
Tantas vezes eu batia
Que a minha energia sucumbia ao gozo pleno.
Tanta arte, tanto medo, tanta sorte.
Tanta vida recriada pelo toque.
Tanto rizo, tanta alma, que corria.
Pelos corpos requintados pelas cores.
Um vermelho tão intenso de teus olhos
Ela via além da pele que urgia.

Me contenha, me sucumba, me alente.
Eu preciso do teu hálito em meu riso.
Me abrace, não me deixe em minhas vontades.
Pois de encantos minha busca se perdeu.

0 comentários:

Seguidores

Acessos

Marcio Lima. Tecnologia do Blogger.

+ Vistos:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem escreve...:

Minha foto

Olá! Sou Marcio Lima, filósofo e poeta. Trabalho como professor de Sociologia nas redes públicas de Goiás e do DF. 

Em meus textos se encontram várias facetas de mim mesmo, do mundo que me rodeia, do outro e da experiência da transcendência que transforma. 

Teça seu comentário!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Concursos