20 de dez de 2011
Pra quê tanta dor,
Basta um sorriso que as portas se abrem pro amor.
Não importa a solidão,
Basta uma música, pra acompanhar o tédio e a dor.
Eu não vou mais fugir,
Basta o escudo, pra enfrentar toda a guerra a dor e o tédio.
Me faça entender,
Basta a dúvida, quer buscar a verdade vencendo o tédio da guerra e da dor.
Eu cedo sempre,
Basta coragem, esclarecer negando, e repudiando a dor o tédio e a guerra.
Fico calado,
Basta olhar sempre, e reconhecer que tudo não passa de um grito à guerra ao tédio e à dor.

0 comentários:

Seguidores

Acessos

Marcio Lima. Tecnologia do Blogger.

+ Vistos:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem escreve...:

Minha foto

Olá! Sou Marcio Lima, filósofo e poeta. Trabalho como professor de Sociologia nas redes públicas de Goiás e do DF. 

Em meus textos se encontram várias facetas de mim mesmo, do mundo que me rodeia, do outro e da experiência da transcendência que transforma. 

Teça seu comentário!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Concursos