17 de ago de 2012
"Quando consigo entender, não sei explicar"

"Troque-se. Antes que se acabe o dia"

"Entre o tudo e o nada resta o homem"

"Cada verdade no seu galho"

"Onde emana a soberba, se esconde a luxúria"

"Calos nos fazem ver o sofrimento dos dedos"

"Mais de mim, menos de nós"

"De longe, inconsistência. De perto, exatidão"

"Uma aspas pode provocar uma guerra"

"Seguindo meu instinto, encontro-me com a verdade"

"Se foram todos. Restou-me a tatuagem de outrora"

"Espero amar. Desejo ser amado"

"Interagindo, me excluo"

"De fetiche em fetiche, a alma procura a divindade"

"Meu chão se abriu ontem. Hoje, foi o céu"

0 comentários:

Seguidores

Acessos

Marcio Lima. Tecnologia do Blogger.

+ Vistos:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem escreve...:

Minha foto

Olá! Sou Marcio Lima, filósofo e poeta. Trabalho como professor de Sociologia nas redes públicas de Goiás e do DF. 

Em meus textos se encontram várias facetas de mim mesmo, do mundo que me rodeia, do outro e da experiência da transcendência que transforma. 

Teça seu comentário!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Concursos