13 de ago de 2012
Quero sobrar feito vinho na botelha
Feito proteção, a telha
Que protege nosso lar

Para não desajeitar nosso futuro
Me escondo dentro o muro
Que separa o nosso olhar

Não me incomodaria o teu jeito
Só me resta o respeito
Bem ao meio fica o mar

Meu coração não resiste à maldade
À renúncia, falsidade
À maneira de falar

E à fiel esperança eu me mando
Quer com medo, abandono
Vou-me antes do luar










0 comentários:

Seguidores

Acessos

Marcio Lima. Tecnologia do Blogger.

+ Vistos:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem escreve...:

Minha foto

Olá! Sou Marcio Lima, filósofo e poeta. Trabalho como professor de Sociologia nas redes públicas de Goiás e do DF. 

Em meus textos se encontram várias facetas de mim mesmo, do mundo que me rodeia, do outro e da experiência da transcendência que transforma. 

Teça seu comentário!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Concursos