18 de out de 2012
No céu de um lugar distante mora o meu juízo. Quando o meu sentido se dirige àquela direção, meu riso de repente se estanca. Na memória infiel paira minha espera. Aguardo ansioso poder contemplar o tesouro que se esconde atrás do muro. É que estou tentando chegar lá pela via dos instintos ante aquela do juízo. E o muro, a cada dia vai se rendendo à minha insistência. Em breve, deixará de ser o empecilho e, enfim, o mistério escondido na subjetividade encontrará a sua forma no sujeito.

0 comentários:

Seguidores

Acessos

Marcio Lima. Tecnologia do Blogger.

+ Vistos:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem escreve...:

Minha foto

Olá! Sou Marcio Lima, filósofo e poeta. Trabalho como professor de Sociologia nas redes públicas de Goiás e do DF. 

Em meus textos se encontram várias facetas de mim mesmo, do mundo que me rodeia, do outro e da experiência da transcendência que transforma. 

Teça seu comentário!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Concursos