20 de out de 2012
A mesma máscara
O mesmo jeito
Mesmo sorriso
Mesmo direito
Não desespero
Nem me redimo
Não julgo certo
Quando comprimo

Umbigos
Fazem em vida
O que em outra
Eu não concebo
Talvez o nó
Alguém desate
Reúna a vida
À outra vida
Já que a morte
Excita o crente

Demência
É ter a forma
Surpreendente
De uma cabeça
Ou de outra
Meu sim não basta
Quando sozinho
Provo ao mundo
Fragilidade
Tenho saudade
Do que não lembro
Conto a história
Eu reinvento
Pra achar sentido
Medo da morte
Quando a vida
É o que apavora


0 comentários:

Seguidores

Acessos

Marcio Lima. Tecnologia do Blogger.

+ Vistos:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem escreve...:

Minha foto

Olá! Sou Marcio Lima, filósofo e poeta. Trabalho como professor de Sociologia nas redes públicas de Goiás e do DF. 

Em meus textos se encontram várias facetas de mim mesmo, do mundo que me rodeia, do outro e da experiência da transcendência que transforma. 

Teça seu comentário!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Concursos