4 de out de 2012
Desatemos cada nó que insiste ao laço
Cada peça se coloque em seu espaço
Desarmemos nosso alforge, nosso time
E na luta, combatamos contra o crime

Que na mágoa ruim, leva os seus dias
Ao sorrir mostra  tamanha agonia
Que não sabe abrir os braços para o abraço
Quem jamais uniu, separa-se em pedaços

Unamo-nos



0 comentários:

Seguidores

Acessos

Marcio Lima. Tecnologia do Blogger.

+ Vistos:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem escreve...:

Minha foto

Olá! Sou Marcio Lima, filósofo e poeta. Trabalho como professor de Sociologia nas redes públicas de Goiás e do DF. 

Em meus textos se encontram várias facetas de mim mesmo, do mundo que me rodeia, do outro e da experiência da transcendência que transforma. 

Teça seu comentário!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Concursos