3 de nov de 2012
Por trás de uma vontade, uma intenção
Antes da intenção, o predisposto
Para se predispor, disposição
Que durante o encontro, o beijo
Reuniu sentença e remissão

E no fogo dessa tarde
Quero entrega dos corpos
Suores e temores
Que nada, nem as flores
Nem a graça, nem o açoite
Merecem mais do que eu possa dar

E vivo desistindo pra continuar tentando
Quando não sei esperar o efêmero
Tudo resta-me eterno
E vou enveredado
Pela rua dos esquecidos
Pelos mares ainda virgens
Longe,
Para além dos meus pecados
Meus descasos,
Me dedico ao encontro
Pra viver me desencontrando de mim mesmo
E o tempo se alia às minhas perdas
Quando prefiro não entender
Pra continuar vivendo







0 comentários:

Seguidores

Acessos

Marcio Lima. Tecnologia do Blogger.

+ Vistos:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem escreve...:

Minha foto

Olá! Sou Marcio Lima, filósofo e poeta. Trabalho como professor de Sociologia nas redes públicas de Goiás e do DF. 

Em meus textos se encontram várias facetas de mim mesmo, do mundo que me rodeia, do outro e da experiência da transcendência que transforma. 

Teça seu comentário!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Concursos