9 de fev de 2013
Meu coração é tão ruts
Minha cabeça é pop
E a tolerância é zero
Warhol, mas que horror
Qual o status do amor
Respeito, é tudo o que quero

Se a novidade é o céu
Meu horizonte é o mar
Tiraram o peso da cruz
Amargurando o mel
Sem dó, o outro minar
E lhe atingir com o obus

Que a sacanagem tá feita
O bem, o mal endireita
Meu carnaval tá de pedra
Tem algum pão pela mesa
Café e quatro cervejas
Venha e deixe de reza

Sacaram o álcool do vinho 
O passarinho, do ninho
O alvo do arqui-flecha
A mãe pedindo pro filho
Cuidado com o perigo
Que o coração nos reserva

É,
Que a sacanagem tá feita
O bem, o mal endireita
Meu carnaval tá de pedra
Tem algum pão pela mesa
Café e quatro cervejas
Venha e deixe de reza

0 comentários:

Seguidores

Acessos

Marcio Lima. Tecnologia do Blogger.

+ Vistos:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem escreve...:

Minha foto

Olá! Sou Marcio Lima, filósofo e poeta. Trabalho como professor de Sociologia nas redes públicas de Goiás e do DF. 

Em meus textos se encontram várias facetas de mim mesmo, do mundo que me rodeia, do outro e da experiência da transcendência que transforma. 

Teça seu comentário!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Concursos