16 de fev de 2013
Isqueiro e algum cigarro
Papéis e aquela caneta
A chama é o que inspira
Rumo ao muro, às frestas
Que no coração, finda

O que me nutre?
É o indeterminado
Chama que acende o cigarro

E o que me resta?
Tem um cinzeiro calado
É lá onde eu apago
As mazelas da testa

0 comentários:

Seguidores

Acessos

Marcio Lima. Tecnologia do Blogger.

+ Vistos:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem escreve...:

Minha foto

Olá! Sou Marcio Lima, filósofo e poeta. Trabalho como professor de Sociologia nas redes públicas de Goiás e do DF. 

Em meus textos se encontram várias facetas de mim mesmo, do mundo que me rodeia, do outro e da experiência da transcendência que transforma. 

Teça seu comentário!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Concursos