2 de mar de 2013

Da-me a tua mão
Que te empresto os meus dedos
Faça-me sorrir
E teus serão os meus segredos
Deixe de lá a antiga chama
Que tenho fogo em meus suores
À quem amar? - À quem te ama!
Já me perdi noutros piores
E desistir não faz sentido
Desvirtuando meu juízo
Estou a postos!

Em corações de pedra 
O sangue corre solto
E por menos que louco
Ela no corpo-a-corpo
Aos poucos, se entrega

0 comentários:

Seguidores

Acessos

Marcio Lima. Tecnologia do Blogger.

+ Vistos:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem escreve...:

Minha foto

Olá! Sou Marcio Lima, filósofo e poeta. Trabalho como professor de Sociologia nas redes públicas de Goiás e do DF. 

Em meus textos se encontram várias facetas de mim mesmo, do mundo que me rodeia, do outro e da experiência da transcendência que transforma. 

Teça seu comentário!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Concursos