21 de mai de 2013
É ferida que sangra
Feito a quebra de um galho
O cadarço se desatou
Na feitura do laço

Feito anjo, menino
Não me dei por vencido
Desgarrei-me do medo
Acertei o desejo

Resta à mão
O desencontro do nó
Nada não,
Mando desavisar
O futuro do coração
A razão do tropeço
Me amarro junto, no meio
Pra ficar do teu lado



0 comentários:

Seguidores

Acessos

Marcio Lima. Tecnologia do Blogger.

+ Vistos:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem escreve...:

Minha foto

Olá! Sou Marcio Lima, filósofo e poeta. Trabalho como professor de Sociologia nas redes públicas de Goiás e do DF. 

Em meus textos se encontram várias facetas de mim mesmo, do mundo que me rodeia, do outro e da experiência da transcendência que transforma. 

Teça seu comentário!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Concursos