6 de set de 2013
Sofri,
E na minha cabeça o tempo fechou 
Choveu,
E o rosto de lágrimas se inundou
Previ,
E o coração logo se arrebentou
Achei,
O que estava perdido e então desatou
O nó,
Que deixava o medo refém da razão
Não vi,
Tava bem escondido fechado na mão
O amor,
Escorreu entre os dedos da minha canção



0 comentários:

Seguidores

Acessos

Marcio Lima. Tecnologia do Blogger.

+ Vistos:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem escreve...:

Minha foto

Olá! Sou Marcio Lima, filósofo e poeta. Trabalho como professor de Sociologia nas redes públicas de Goiás e do DF. 

Em meus textos se encontram várias facetas de mim mesmo, do mundo que me rodeia, do outro e da experiência da transcendência que transforma. 

Teça seu comentário!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Concursos