8 de nov de 2013
o que há nesse poema
um recorrente tema
verdade e ilusão

do alto daquele monte
revejo o horizonte
invado a canção

é tão pequena a cidade
sua luz, vaidade
sonhos, ilusão

tua maldade se enfeita
parece maleita
magia, missão

o engano é o seu guia
de noite, de dia
mente ao coração

sua verdade é perversa
disfarça, despreza
seu próprio irmão

e quem está a seu lado
de graça ou malgrado
preste-lhe atenção

sozinho um desencontro
desfaz cada ponto
em troca de um chão

pra impulsionar seu desejo
na mesa ou no dedo
se entrega à intenção

onde andará o sentido
o deus morto, o deus vivo
o teu sim, o teu não?




0 comentários:

Seguidores

Acessos

Marcio Lima. Tecnologia do Blogger.

+ Vistos:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem escreve...:

Minha foto

Olá! Sou Marcio Lima, filósofo e poeta. Trabalho como professor de Sociologia nas redes públicas de Goiás e do DF. 

Em meus textos se encontram várias facetas de mim mesmo, do mundo que me rodeia, do outro e da experiência da transcendência que transforma. 

Teça seu comentário!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Concursos