24 de dez de 2013
e quem me olha não me vê
quando me vê, tô de partida
não vou jurar outra mentira
nem profanar o pensamento
deixar justa qualquer medida
reconstruir outro momento
que a febre queima até a alma
pra suscitar meias verdades
que o silêncio não acalma
e o coração pelas metades
pede arrego ao fim do dia
o que é sonho ou pesadelo
que leva e traz essa agonia
sequer atende ao meu apelo?







0 comentários:

Seguidores

Acessos

Marcio Lima. Tecnologia do Blogger.

+ Vistos:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem escreve...:

Minha foto

Olá! Sou Marcio Lima, filósofo e poeta. Trabalho como professor de Sociologia nas redes públicas de Goiás e do DF. 

Em meus textos se encontram várias facetas de mim mesmo, do mundo que me rodeia, do outro e da experiência da transcendência que transforma. 

Teça seu comentário!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Concursos