14 de jan de 2014
ter consciência é não ter medo
pensei que o amor lhe venceria
era disfarce, era segredo
quem acaso sorriu
também chorou
e não tem mais nem menos
quando a faca à mão desfere
pra defender algum bocado
de compaixão pela matéria
cortinas a postos
janelas abertas
vou respirar o mundo inteiro
até eu parecer pequeno
da estatura de minhas verdades
disponho de medidas incertas
que arbitrariamente me consomem
igual a sentimento que não cessa
a corrente que não quebra
mas não prende


0 comentários:

Seguidores

Acessos

Marcio Lima. Tecnologia do Blogger.

+ Vistos:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem escreve...:

Minha foto

Olá! Sou Marcio Lima, filósofo e poeta. Trabalho como professor de Sociologia nas redes públicas de Goiás e do DF. 

Em meus textos se encontram várias facetas de mim mesmo, do mundo que me rodeia, do outro e da experiência da transcendência que transforma. 

Teça seu comentário!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Concursos