28 de jan de 2014
a tua métrica não cabe em meu sistema
e nem o verso fica alheio aos teus ditames
vou libertar a mente desse pensamento
pois a saudade virou arrependimento
e o sentimento não recorre ao teu exame
bora sarar de vez a dor desses edemas
doença e cura são as cores do meu traje
o céu azul não é o mesmo acinzentado
o que mudou não foi a cor de tua conduta
nem o empenho colorido de tua luta
não há palavras, é melhor ficar calado
que remeter a voz à farsa e ao ultraje

0 comentários:

Seguidores

Acessos

Marcio Lima. Tecnologia do Blogger.

+ Vistos:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem escreve...:

Minha foto

Olá! Sou Marcio Lima, filósofo e poeta. Trabalho como professor de Sociologia nas redes públicas de Goiás e do DF. 

Em meus textos se encontram várias facetas de mim mesmo, do mundo que me rodeia, do outro e da experiência da transcendência que transforma. 

Teça seu comentário!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Concursos