23 de mar de 2014
seria o livre arbítrio
a razão da racionalidade
o endereço da certeza
a medida da verdade

não há poema
verso qualquer
que determine
homem, mulher
o que sintam
desmereçam
enobreçam
o destino
que é infiel
e seduz
a lembrança
a vontade
é a cruz
que te deixa refém
da esperança

ser feliz ou nada
ou roubar o tempo
é subir a escada
e descer por dentro

0 comentários:

Seguidores

Acessos

Marcio Lima. Tecnologia do Blogger.

+ Vistos:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem escreve...:

Minha foto

Olá! Sou Marcio Lima, filósofo e poeta. Trabalho como professor de Sociologia nas redes públicas de Goiás e do DF. 

Em meus textos se encontram várias facetas de mim mesmo, do mundo que me rodeia, do outro e da experiência da transcendência que transforma. 

Teça seu comentário!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Concursos