14 de jun de 2014
tua mão
na minha
coxa

teu bordão
em meu
porém

tuas ilhas
ficam
soltas

o teu não
me expõe
o bem

na cabeça
a fantasia

meus apelos
são os teus

anoitece
já é dia

o futuro
aconteceu

nessa
teia
de ciúme

nesse
canto
de oração

o que
tanto
te desune

te
remende
o coração

vá com jeito
e aproveite

chegue
sempre
sem pedir

se te cabe
não rejeite

o que
importa
é sentir

0 comentários:

Seguidores

Acessos

Marcio Lima. Tecnologia do Blogger.

+ Vistos:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem escreve...:

Minha foto

Olá! Sou Marcio Lima, filósofo e poeta. Trabalho como professor de Sociologia nas redes públicas de Goiás e do DF. 

Em meus textos se encontram várias facetas de mim mesmo, do mundo que me rodeia, do outro e da experiência da transcendência que transforma. 

Teça seu comentário!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Concursos