8 de nov de 2014
quem me 
olha

o que 
não sinto
nem importa
muito
realidade
ou sonho
fantasia
dentro
da 
cabeça
de 
juízo
meramente
torto
beba
um gole
do próprio
veneno
à tua escolha
teu comando

à liberdade
sua parte
verdade
ou falso
na bandeja
falta
coração
pra tanta
mágoa
ou saudade
pro meu
desespero
poesia
pode
tudo
ou nada
resta
à boca
desejar
o beijo

0 comentários:

Seguidores

Acessos

Marcio Lima. Tecnologia do Blogger.

+ Vistos:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem escreve...:

Minha foto

Olá! Sou Marcio Lima, filósofo e poeta. Trabalho como professor de Sociologia nas redes públicas de Goiás e do DF. 

Em meus textos se encontram várias facetas de mim mesmo, do mundo que me rodeia, do outro e da experiência da transcendência que transforma. 

Teça seu comentário!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Concursos