19 de nov de 2014
quis demais
coração
desejar o quê?
omitir
solidão
se abrir
fechar
só o tempo
de uma lágrima
cair
teu olhar
calou
o meu silêncio
ora
foi-se o tempo
em que homem
era homem
dentro das
trincheiras
andy,  andy
olha que horror!
que a mulher
sempre está
ao lado da maçã
é tua pele
na imensidão
da carne
que a loucura
tem seu preço
tua palavra
ganha o mundo
vento lá fora
deixa cozer 
o cru do amor
e refinar
tuas medidas
de perdão
que o horizonte
é logo ali
seja
o homem
mais humano
que a liberdade
só é plena
se o respeito
for constante
e o amor
intenso

0 comentários:

Seguidores

Acessos

Marcio Lima. Tecnologia do Blogger.

+ Vistos:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem escreve...:

Minha foto

Olá! Sou Marcio Lima, filósofo e poeta. Trabalho como professor de Sociologia nas redes públicas de Goiás e do DF. 

Em meus textos se encontram várias facetas de mim mesmo, do mundo que me rodeia, do outro e da experiência da transcendência que transforma. 

Teça seu comentário!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Concursos