22 de mar de 2015
como
manter o que
o tempo levou
faz tempo

ele muda
a gente
também

era amor
agora só
ficou a poesia

é isso mesmo
que a vida
é a arte
mais incerta
que
tem

vou superar
o próprio
instinto

e vou ter
que
me
destrancar
abrir
o músculo
tocar
o
sangue
quente

poder
ver
cada pedaço
de tecido

observar
com
cura
os caminhos
de
cada
veia
e
artéria

sentir
com
verdade
a
intenção
primeira

desafie-se
rompa
as vaidades
mais
vis

e assuma
teus
próprios
desejos

experimente-se

0 comentários:

Seguidores

Acessos

Marcio Lima. Tecnologia do Blogger.

+ Vistos:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem escreve...:

Minha foto

Olá! Sou Marcio Lima, filósofo e poeta. Trabalho como professor de Sociologia nas redes públicas de Goiás e do DF. 

Em meus textos se encontram várias facetas de mim mesmo, do mundo que me rodeia, do outro e da experiência da transcendência que transforma. 

Teça seu comentário!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Concursos