16 de mar de 2015
o mal
é quando
humanos
nem mais
nem menos
humanos
se tornam

feito a indiferença
tênue
da mãe que dá
a própria vida
por um filho

que nem precisa
ser humano
pra isso

esse é o amor
maior
que me diminui
quando sou desonesto
com os sentimentos
alheios

é que também sou
com os meus

e
vivo a confusão
dos meus desejos
que não sabem obedecer

o céu é logo ali
no forro branco
que me protege do telhado
da faca amolada
que me tange
a ser eu mesmo

não que eu queira
é que nem sei ao certo o que quero

vou descansar
amigos
dormir um pouquinho

que é pra sonhar contigo
ó meu amor

e nem o tempo vai
me deixar melhor
ou triste

0 comentários:

Seguidores

Acessos

Marcio Lima. Tecnologia do Blogger.

+ Vistos:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem escreve...:

Minha foto

Olá! Sou Marcio Lima, filósofo e poeta. Trabalho como professor de Sociologia nas redes públicas de Goiás e do DF. 

Em meus textos se encontram várias facetas de mim mesmo, do mundo que me rodeia, do outro e da experiência da transcendência que transforma. 

Teça seu comentário!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Concursos