6 de jun de 2015
um tantinho

me cabe
coração
é que
não sabe
a
tarefa
de
sentir

quando você chega perto
desconcerta
o meu certo
que o muro
vai ao chão

me
amarra
em seu laço
e
desata
os meus nós

meu desejo
me pega
me leva
no alto

te espero por lá
chega 
logo
minhas asas
só querem
o teu colo
que a medida
do instante
é a vida inteira
ser feliz 
é mais um passo
de outros passos
a doença e a cura
andam juntas
a saudade e a espera
são intensas
sei que a morte
é a derradeira fome
a bondade que se quer
de todo homem
é somente o que se quer
de toda fera

um vazio
sem você aqui
a devorar
meu
coração

é um vício
difícil
de sair
vai entender
vai explicar

feito
um martelo
a
me
martelar
com dó

0 comentários:

Seguidores

Acessos

Marcio Lima. Tecnologia do Blogger.

+ Vistos:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem escreve...:

Minha foto

Olá! Sou Marcio Lima, filósofo e poeta. Trabalho como professor de Sociologia nas redes públicas de Goiás e do DF. 

Em meus textos se encontram várias facetas de mim mesmo, do mundo que me rodeia, do outro e da experiência da transcendência que transforma. 

Teça seu comentário!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Concursos