15 de dez de 2015
minha cultura é feita de barro
e quem diria ao homem outra coisa
pra todo lado só tem o dinheiro
prazer e medo vencem a verdade
o que me encanta não é o sorriso
que esconde a face nua do pecado
cabeça leve, mas a alma frita
tudo é demais e eu só vejo alarde
lá na cidade tem pessoas vivas
e no meu quarto eu morro novamente
igual a solidão de um cigarro
me chega à noite o peso da idade
e qual seria o sentido da luta
se todo mundo quer matar a fome
cada respiro se foi num segundo
o que eu quero é felicidade

0 comentários:

Seguidores

Acessos

Marcio Lima. Tecnologia do Blogger.

+ Vistos:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem escreve...:

Minha foto

Olá! Sou Marcio Lima, filósofo e poeta. Trabalho como professor de Sociologia nas redes públicas de Goiás e do DF. 

Em meus textos se encontram várias facetas de mim mesmo, do mundo que me rodeia, do outro e da experiência da transcendência que transforma. 

Teça seu comentário!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Concursos