23 de set de 2012
O que seria do amor
Uma medida de medo
Uma maneira de dor
Um vulto, um devaneio
Uma mensagem, um cheiro
Que percorrendo, invade
Desejo e necessidade
Alma se une ao corpo
...

Pra aliar gosto ao gosto
Sobrevoando no meio
Azul que brilha no espelho
Não encontrei quem inteiro
Se desmanchou por desejo
De um lado azul a beleza
Do outro extrema pobreza
Para invadir meu destino
Relativizo o juízo
Vou conquistar passo-a-passo
Um canto, qualquer espaço
Que me distraia entre nuvem
Droga cabal deixa impune
A cometer um delito
Sou usuário do grito
No jogo espero na sorte
Independência ou morte?


0 comentários:

Seguidores

Acessos

Marcio Lima. Tecnologia do Blogger.

+ Vistos:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem escreve...:

Minha foto

Olá! Sou Marcio Lima, filósofo e poeta. Trabalho como professor de Sociologia nas redes públicas de Goiás e do DF. 

Em meus textos se encontram várias facetas de mim mesmo, do mundo que me rodeia, do outro e da experiência da transcendência que transforma. 

Teça seu comentário!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Concursos