3 de nov de 2012
Só um pouquinho de ti desfaz o mal aqui dentro
Vários de mim não dá um que se entregue inteiro
Basta um trecho de paz, um rastro, um desatino
Um tom, um feixe de luz, do nada, repentino

Metade do teu sorriso me completa
E do outro lado me encontro
Quando é tempo de estarmos juntos
Ficamos sós
E do plural nos evadimos

A dor fica singular
O sonho, raro
A espera, eterna

O coração, revela
O que de nós, se pronuncia
A mão, a boca, a pele
Feito juiz, sentenciam
O que o desejo expele
O que a vontade infere
No interior do gesto








0 comentários:

Seguidores

Acessos

Marcio Lima. Tecnologia do Blogger.

+ Vistos:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem escreve...:

Minha foto

Olá! Sou Marcio Lima, filósofo e poeta. Trabalho como professor de Sociologia nas redes públicas de Goiás e do DF. 

Em meus textos se encontram várias facetas de mim mesmo, do mundo que me rodeia, do outro e da experiência da transcendência que transforma. 

Teça seu comentário!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Concursos