5 de mar de 2013

Menti,
Pra não te ver chorar
E quando o sonho virar realidade
Reviro no peito a dor da saudade

Trouxe pra ti o desejo escondido de um casto
Para ganhar um tempinho a mais em teu colo
Te desenhar, tatuar teu sorriso em meu braço
Tua será minha mão e meus serão teus olhos
Vou declamar esse verso em troca do beijo
Assumir o nosso encontro fiel e hospedeiro
Quando pesar essa cruz a favor da verdade
Os corpos já se entregaram à luz da vaidade

Menti,
Pra não te ver chorar
E quando o sonho virar realidade
Reviro no peito a dor da saudade

0 comentários:

Seguidores

Acessos

Marcio Lima. Tecnologia do Blogger.

+ Vistos:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem escreve...:

Minha foto

Olá! Sou Marcio Lima, filósofo e poeta. Trabalho como professor de Sociologia nas redes públicas de Goiás e do DF. 

Em meus textos se encontram várias facetas de mim mesmo, do mundo que me rodeia, do outro e da experiência da transcendência que transforma. 

Teça seu comentário!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Concursos