27 de abr de 2013
Me debrucei junto ao seu rosto
Enchi os olhos de desgosto
Amargurando os meus ais
Em sua cabeça o mesmo tema
Na minha só outro dilema
E o coração não se refaz
Nem sei se fico magoado
O que era leve tá pesado
O mesmo espinho, a mesma flor

Já não tem mais nenhum problema
Não vou roubar a tua pena
Nem me entregar por essa dor

Em outros mares vou partir com o meu barco
Nas incertezas, arriscar
Me permitir, e refletir o tempo e o espaço
E noutro porto, atracar


0 comentários:

Seguidores

Acessos

Marcio Lima. Tecnologia do Blogger.

+ Vistos:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem escreve...:

Minha foto

Olá! Sou Marcio Lima, filósofo e poeta. Trabalho como professor de Sociologia nas redes públicas de Goiás e do DF. 

Em meus textos se encontram várias facetas de mim mesmo, do mundo que me rodeia, do outro e da experiência da transcendência que transforma. 

Teça seu comentário!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Concursos