26 de nov de 2013
no coração, a paz
tão logo haverá de chegar

a terra, o vento, o chão
o meu destino atroz
a dor
se estabelece em vão
o tempo, a chama, a razão
a natureza fugaz
a flor
se desabrocha o botão

o pranto afirma o meu não
a alegria o meu gás 
favor
nunca me deixe na mão
metade, inteiro, fração
que a gente fica de pé
calor
que remedia o verão

no coração, a paz
tão logo haverá de chegar





0 comentários:

Seguidores

Acessos

Marcio Lima. Tecnologia do Blogger.

+ Vistos:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem escreve...:

Minha foto

Olá! Sou Marcio Lima, filósofo e poeta. Trabalho como professor de Sociologia nas redes públicas de Goiás e do DF. 

Em meus textos se encontram várias facetas de mim mesmo, do mundo que me rodeia, do outro e da experiência da transcendência que transforma. 

Teça seu comentário!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Concursos