14 de jan de 2014
no embaraço dos cabelos
ficam as mãos desordenadas
nem mesmo a culpa será útil
deixa de mão teus disparates
maneira frágil de presença
queira por bem o que mereças
ou um coração pelas metades
não há um bem maior que ser
o que se quer melhor
fazer o que te vem, o que convém
ao teu suor
deixar pra lá a dor depois amar,
amar, amor

0 comentários:

Seguidores

Acessos

Marcio Lima. Tecnologia do Blogger.

+ Vistos:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem escreve...:

Minha foto

Olá! Sou Marcio Lima, filósofo e poeta. Trabalho como professor de Sociologia nas redes públicas de Goiás e do DF. 

Em meus textos se encontram várias facetas de mim mesmo, do mundo que me rodeia, do outro e da experiência da transcendência que transforma. 

Teça seu comentário!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Concursos