6 de jan de 2014
quantos seremos
pela manhã
não vou perdê-lo
pra me perder
deixa o dia
anoitecer
e o desejo
feito perdão
e a cobiça
presa na mão
quero o futuro
longe de mim
a fantasia
me preencher
ventos de areia
no meu sabor
noites do norte
pro meu amor
queira-me antes
da escuridão
queira-me antes
do coração
queira o passado
se recolher
faça-me um só
faça-me um
abra a terra
fecha o céu
respire o ar
que vem de lá
a noite escura
da solidão
o dia claro
finge querer
tantos infernos
na condição
vida que é mais
menos depois
queira-me antes
da sensação
queira-me antes
do coração




0 comentários:

Seguidores

Acessos

Marcio Lima. Tecnologia do Blogger.

+ Vistos:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem escreve...:

Minha foto

Olá! Sou Marcio Lima, filósofo e poeta. Trabalho como professor de Sociologia nas redes públicas de Goiás e do DF. 

Em meus textos se encontram várias facetas de mim mesmo, do mundo que me rodeia, do outro e da experiência da transcendência que transforma. 

Teça seu comentário!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Concursos