16 de mar de 2015
não
me
leve a mal

o sentimento
que é cru
e se esvazia
pra repor
de sonho
a solidão

a sabedoria
ganha um tom
acinzentado

a morte
cria
em mim
uns gestos híbridos
que me
prendem
até
que
chegue
a
ruptura

o
meu amor
é irracional
na estrutura
porque
sou
um
projeto
divino
de
homem

agora vou correr
até te alcançar

eu vou me destruir
para me recompor

tem não
um jeito rude
de achar

que a fé
é quem me move

a fé
é o que me leva
a algum lugar

0 comentários:

Seguidores

Acessos

Marcio Lima. Tecnologia do Blogger.

+ Vistos:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem escreve...:

Minha foto

Olá! Sou Marcio Lima, filósofo e poeta. Trabalho como professor de Sociologia nas redes públicas de Goiás e do DF. 

Em meus textos se encontram várias facetas de mim mesmo, do mundo que me rodeia, do outro e da experiência da transcendência que transforma. 

Teça seu comentário!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Concursos